sexta-feira, 19 de agosto de 2011

muito prazer meu nome é poesia

                                                   arturgomes-fotografia.blogspot.com

agora que as palavras escorrem entre meus dedos e provocam ainda mais teus medos foto grafo folhas semi-mortas e essa coisa torta que me corta feito faca deixo ferir deixo sangrar deixo matar o amor que por acaso me cortou sem saber o bem que me fez e quis fosse ao menos pelo prazer deste poema que agora fiz

arturgomes

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

cidade nua


andar
na periferia do teu corpo
cidade nua
trafegar por tuas ruas
caminhar tuas estradas
me enfiar em tuas curvas
se as flores do mal-me-quer
enfrentar a tua reta
re-inventar a pessoa
comer a tua carne
lamber a tua língua
beber o leite dos teus seios
lambuzar teu sexo
quando estiver no cio
soltar pipas ao vento
e tudo mais que re-invento
e quero mais a carnavalha
muito mais a coisa toda
e a moral tropinicalha
eu quero mais é que se foda

arturgomes

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

jura sercteta: uma outra


por você eu largo a farra
a cerveja a boemia
deixo os botecos da lapa
coloco até cara a tapa
por entre as ruas de bento
mando construir um convento
uma linda catedral
com pétalas de rosas brancas
para qualquer deus festejar
e eu   virgem de fato
contigo vou me casar
em um altar encantado
com estrelas de céu e mar
chegando as brumas da noite
sabendo ser lua cheia
na nossa casa da praia
eu viro boto rosado
e te engravido na areia


arturgomes
http://pelegrafia.blogspot.com