sexta-feira, 31 de outubro de 2014

sagarânicas fulinaimagens



froydi ana

silvinha
azul são os teus olhos
a cor dos pelos não conheço
teus seios ainda não toquei

Dracena 
é uma terra roxa
nave extra terrena
que humanos não decifraram
pequena vagina virgem
onde os dedos ainda não entraram
e os cachos de uvas
apodrecem nos teus dentes
com um cheiro de leite ardente
esguichando na distância

Artur Gomes
Do livro: Couro Cru & Carne Viva – 1985
foto: Rachel Louback




Lunática 

um gato noturno
atira pedras nas estrelas
palavras e mais palavras
na carne da princesa
onde o pincel não bate
onde o papel não toca
o gato noturno
lambe a barriga bem perto da virilha
e trepa no muro mais próximo
tentando alcançar
o outro lado da lua
em seu instante letal
de desespero e solidão


Artur Gomes 
do livro Couro Cru & Carne Viva - 1987
imagem: José César Castro





Seio da Terra 
bem no centro do universo
te mando um beijo ó amada
enquanto arranco uma espada
do meu peito varonil

espanto todas estrelas
dos berços eternamente
pra que acorde toda esta gente
deste vasto céu de anil

pois enquanto dorme o gigante
esplêndido sono profundo
não vê que do outro mundo
robôs te enrabam ó mãe gentil!


Artur Gomes
do livro Suor & Cio - 1985
MVPB Edições - Ipanema-RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário